21
Jan 09
Aos 46 anos, David Fincher é um dos melhores realizadores de Hollywood. Conta com sete filmes em 16 anos, todos com um nível bastante acima da média. A sua obra não é muito vasta mas é bem diversificada e sempre reconhecida pela sua elevada qualidade técnica. É um dos meus realizadores preferidos e um dos poucos que vi todos os filmes. Decidi hierarquizar os seus filmes num top que apresento de seguida.
 
Este sempre foi um dos meus filmes preferidos. É um dos filmes que mais vezes vi e sempre que o revejo faço-o com bastante entusiasmo. Pode não ser o melhor filme de Fincher mas é sem dúvida o meu favorito. Brat Pitt e Morgan Freeman formam uma dupla irrepreensível num policial negro e violento, onde figura um dos mais emblemáticas assassinos em série da história do cinema. O surpreendente final é a cereja no topo do bolo desta extraordinária obra de culto.
 
É sempre complicado decidir entre este e o filme anterior. Também adoro Fight Club e a única coisa que o impede de chegar ao primeiro lugar é o facto de Se7en ter sido um dos filmes que mais marcaram a minha adolescência. De qualquer forma este também ocupa um lugar entre a minha lista de melhores filmes de sempre. Edward Norton e Brad Pitt brilham numa história baseada na  violenta obra de Chuck Palahniuk.
 
Vi-o filme a semana passada e, apesar de ainda o estar a "digerir", gostei bastante. É uma obra diferente do que estamos habituados a ver em Fincher mas a qualidade está lá. Apesar de ocupar a terceira posição, acho que este filme está a alguma distância dos dois anteriores, que primam pela originalidade, enquanto este, apesar da sua qualidade, é mais uma revisitação de Forrest Gump.
 
Mais uma vez Fincher volta ao mundo dos assassinos em série num filme que vai ao mais ínfimo pormenor de uma investigação que decorreu durante anos e anos. O argumento debruça-se não só pela obsessão do assassino mas também de um jornalista que durante anos procura descobrir a identidade de Zodíaco. O facto do filme se basear em factos reais ainda lhe confere mais interesse. 
 
Muita gente considera-a a pior obra de Fincher. Não sei se é pela minha fixação pela saga Alien, mas acho que este filme não é, nem pouco mais ou menos, tão mau como o pintam. Continua claustrofóbico como os filmes anteriores da saga e tem momentos de tensão geniais. É verdade que é uma obra inferior a Alien e Aliens, mas não deixa de ser um bom desenvolvimento da história.
 
Este é um filme que merece uma revisão. Vi-o há bastante tempo e lembro-me que gostei da história e das várias reviravoltas que foram acontecendo. Mas para dizer a verdade esqueci-me (o que nunca é muito bom sinal) de muitos pormenores do que se foi passando com o desenrolar da acção Talvez de futuro, com uma revisão, suba alguma posição no top.
 
Quanto se tem um filme destes como o que menos gostamos de um determinado realizador, isso é dizer muito sobre a qualidade do mesmo. Panic Room não é um filme genial, mas tem os seus momentos. Passando-se todo apenas numa casa consegue criar uma atmosfera tensa e assustadora com personagens credíveis e humanas.

 

publicado por Luís Costa às 23:50

pesquisar neste blog
 
arquivos
tags

todas as tags

mais sobre mim