02
Abr 09
 
O rosto na foto acima é um rosto de alguém que se sente atraiçoado pela vida. Spencer Tracy desempenha neste filme o bom e honesto Joe Wilson, um homem que colocado em determinadas circunstâncias se torna numa pessoa amarga e sem escrúpulos. Wilson é um jovem apaixonado que se vê obrigado a separar-se durante algum tempo da sua linda noiva devido a problemas financeiros. Ela foi viver para outra cidade pois lá encontrava melhores condições de trabalho e ele ficou no mesmo local a tentar desenrascar-se como podia. Ao fim de um ano consegue finalmente atingir a estabilidade financeira necessária e decide ir ter com a sua amada. Mas, como seria de esperar, algo corre mal. Durante a viagem é mandado parar pela polícia de uma pequena cidade e acaba por tornar-se suspeito de um rapto que por lá aconteceu. Num ápice Wilson passa de suspeito a culpado aos olhos de toda a cidade (devido ao tão comum “quem conta um conto, acrescenta um ponto” das pequenas localidades).
 
Durante a visualização lembrei-me várias vezes de outros filmes, dois westerns - High Noon e The Ox-Bow Incident. Este filmes têm em comum com Fury o facto de um conjunto de pessoas (todos em cidades pequenas) se apressarem a julgar alguém sem provas e de o resto ficar a assistir sem nada fazer. É isso que acaba por acontecer em Fury, ao ponto de quase toda a vila entrar em fúria e queimar a prisão com Wilson lá dentro. O resto do filme é o julgamento dos linchadores, incentivado pelo próprio Wilson que afinal sobreviveu e está sedento de vingança.
 
Na primeira obra realizada em terras americanas, Fritz Lang consegue fazer um filme forte, que vai ao âmago de uma série de problemas da sociedade norte-americana. Apesar de não aplicar a extravagância visual que o caracterizou no seu período expressionista, Lang tem uma estreia auspiciosa nesta obra carregada de idealismos e críticas sociais. Fury é assim um filme que parece ter sido atirado ao esquecimento, talvez devido ao impacto grandioso das primeiras obras deste excelente realizador e de outros filmes mais notáveis que fez no seu período hollywoodiano.
 
 
publicado por Luís Costa às 18:05

comentário:
Participa na sondagem "Melhor James Bond com Pierce Brosnan” até ao dia 20 de Abril 2009, em http://additionalcamera.blogspot.com. Só faltam 16 dias!!
Filipe Machado a 4 de Abril de 2009 às 19:39

pesquisar neste blog
 
arquivos
tags

todas as tags

mais sobre mim