30
Mar 10

Toda a gente que gosta realmente de cinema tem um conjunto de filmes que viu inúmeras vezes. Não quer dizer que todos sejam necessariamente os favoritos, mas por uma razão ou outra são obras a que voltamos sempre. Trazem-nos recordações, dão-nos prazer ou simplesmente eram os filmes que tínhamos em vhs e que víamos sempre que não havia mais nada que fazer. Em conversa com um amigo (e cinéfilo inveterado) no inicio desta semana, ele respondeu-me, à habitual pergunta “então tens vistos muitos filmes?”, que tem principalmente revisto muita coisa pois está a fazer o seu top 100. Isso deixou-me a pensar em como nos últimos anos tenho perdido o bom hábito de rever filmes. Deixou-me com saudades das tardes em que chovia a potes e portanto não ia vadiar de bicicleta ou jogar futebol até hora do jantar. Não tinha computador e costumava deixar a leitura para a noite, então nada melhor que rever pela milésima vez o Pulp Fiction, o The Doors ou o Braveheart (entre muitos outros). Muitos desses filmes continuam a fazer parte dos que me apetece voltar de vez em quando, enquanto outros envelheceram mal.

Ontem decidi voltar a um dos que vi mais vezes e que envelheceu como um bom tinto: o Aliens. “Arranjei” a versão de 2h35 (a mais longa e não cortada) em HD e deliciei-me durante esse tempo como há muito tempo não o fazia. Foi bom ver que, apesar de me lembrar de todas as cenas e de saber muitas falas, o filme continua a transmitir a mesma energia que transmitiu da primeira vez que o vi. Efeitos especiais espectaculares para a época (e nem só), um design dos aliens e naves espaciais sem igual até hoje (grande H.R.Giger) e uma banda sonora que ajuda a construir a atmosfera que é uma das marcas da saga. Não me farto de aconselhar este filme. É excelente. Ficção-científica, terror, suspense e acção tudo misturado num dos melhores filmes de todos os tempos.

publicado por Luís Costa às 18:27

4 comentários:
Isto é fantástico! Juro que ontem também voltei também a ver o Aliens, edição longa, etc, igualzinha =P (que comprei no outro dia no Jumbo por 7€).
É também dos meus filmes preferidos. Simplesmente 5 estrelas.
Lee a 30 de Março de 2010 às 19:51

Grande coincidência. :)
Vale sempre a pena rever filmes como este.
James Cameron é o maior, não pelo Avatar, mas por este filme e o Terminator 2. São dois filmes simplesmente espectaculares.

Abraço LEE.

De facto são duas obras magníficas. E em ambos os casos, os 3º nem chegam a metade - sobretudo no caso do Terminator! Que desgraça! O Alien3 ainda se come bem, agora aquele não. Os 4º (quer o novo T como o A4) são tentativas de salvar a honra do convento, mas não sei se conseguem...
'braço
Lee a 30 de Março de 2010 às 20:32

Adoro James Cameron, o Aliens (vai ser feito um remake em que pode participar a Sigourney Weaver), tds os Alien's e tds os Terminator's. Mas aqui que ninguém nos ouve dos Aliens gostei do 1º e do Aliens de Cameron, e da saga Terminator gostei do I, imenso do II, lá vi o III, e detestei o IV com o Christian Bale a fazer de John Connor num mundo futurista e apocalíptico(adorei o Império do Sol e o Batman de Nolan). Realmente perguntam-me sempre esse chavão, daí ser eu cinéfilo ferrenho, se isso existe...
Carlos Filipe Jesus a 30 de Março de 2010 às 23:46

pesquisar neste blog
 
arquivos
tags

todas as tags

mais sobre mim