11
Jan 07
   Titulo português: Apocalypto
   Ano: 2006
   Duração: 139 min
   País: EUA
   Língua: Maya
   Género: Acção / Aventura / Drama
   Realização: Mel Gibson
   Intérpretes:
   Rudy Youngblood
   
Dalia Hernandez
  


  Imdb: 7.6/10 (8.863 votes)
  RottenTomatoes: 65% Criticas positivas


 

Apocalytpo passa-se na altura do império Maia e conta-nos a história de Jaguar Paw, um jovem que vive numa pequena aldeia no meio da selva. A vida de Jaguar Paw decorre de forma normal, até que um dia um grupo de homens ataca a aldeia e captura a maior parte dos seus habitantes. Paw é subjugado e levado juntamente com outros aldeões até uma grande cidade Maia.

 

É curioso ver como Gibson transmite que apesar das diferenças entre raças a base humana é toda igual. No início do filme vemos a tribo de Jaguar Paw a viver o seu dia a dia. Eles caçam, gozam uns com os outros, fazem partidas, confraternizam e brincam, amam-se e até existe o eterno conflito genro\sogra. Todos estes “costumes” e sentimentos são comuns a qualquer ser humano, seja ele de que raça e tempo fôr e o realizador demonstra isso no filme com mestria.

 

Apesar do fundo da história ser bastante original, o filme tem muitos aspectos que se podem considerar clichés do cinema. Como o captor que é mais cruel que os outros o que gera no espectador uma vontade de ver um confronto entre o “herói” e este. A vingança levada a cabo pelo chefe dos captores depois de o seu filho ser morto. Entre outros.

 

É notório que a civilização Maia está em decadência. A falta de chuva, as pragas que devastam as colheitas e consequentemente a fome fazem com que este povo fique cada vez mais obcecado pelos seus Deuses e num acto de desespero sacrificam pessoas às centenas e constroem cada vez monumentos em sua honra. Ao fazerem isso contribuem ainda mais para o seu declínio. Estes acontecimentos podem ser comparados (por quem tiver perspicácia e alguma imaginação para isso) com a realidade actual. Nos tempos que correm, na ânsia de evoluir o Homem está a destruir o mundo que o rodeia com a perturbação do equilíbrio ambiental da terra e com conflitos bélicos. Talvez Gibson tivesse como objectivo fazer esta comparação disfarçada num filme épico de aventura ou talvez o mundo e a natureza do Homem sejam mesmo assim, e o filme não é mais que um reflexo disso.

 

Relativamente ao aspecto mais técnico do filme, este está excelente. O filme é deslumbrante em termos visuais. Está muito bem filmado, tanto as cenas mais calmas como as de acção. Foi usada uma nova câmara, chamada Genesis, que permite filmar melhor cenas em movimento, e isso é notório na perseguição final, que é absolutamente divinal. Outro aspecto técnico que está perfeito é a caracterização. A recriação da cidade Maia está espectacular na caracterização dos seus habitantes e nos monumentos (criados de propósito para o filme). É relevante mencionar que nenhum dos participantes do filme é actor, o que é invulgar e no entanto admirável. A música cumpre um papel crucial no filme está ao seu nível.

 

Assim, Apocalypto é mais um excelente filme de Mel Gibson. Reconheço que sou fã do seu trabalho e da forma irreverente como o faz. Gibson gosta de fazer obras originais, e se por vezes falha na originalidade do argumento, compensa esse facto com a singularidade de outros aspectos dos seus filmes. Neste caso confesso que a história não foge muito a este género (épico de aventura) de filme, mas o facto de falar numa civilização pouco, ou nada, explorado no grande ecrã, ainda por cima na sua língua original e com uma recriação monumental da sua aparência e dos seus costumes é motivo suficiente para catalogar este filme como um dos melhores que vi nos últimos tempos.

 

Nota:
publicado por Luís Costa às 21:15

2 comentários:
Fikei curioso agora... esse lance de falar na lingua original do povo em questao eh cartada de mestre!
Daki a alguns anos vamo ver mto falando de "Metodo Mel Gibson de fzr filmes..." hhehehehee
fui!
Rafa a 9 de Junho de 2007 às 11:42

Muito bom,muito linda,realmente esta obra de Mel Gibson..realmente
assisti &' gostaria de assistir novamente,várias vezes..
parabéns (:
Lindo Post sobre esta obra *-*
Nota 10 ;]
Realmente recomendo!
beijos,sucesso no blog :)
Zaaine Gai (: a 6 de Julho de 2011 às 02:23

pesquisar neste blog
 
arquivos
tags

todas as tags

mais sobre mim