15
Mai 09

A Estrada é um filme baseado na obra homónima de Cormac McCarthy. Num mundo pós-apocalíptico, pai e filho fazem tudo para sobreviver ao frio, fome e ataques de canibais.
Com a sua estreia adiada várias vezes, esta obra realizada por John Hillcoat (Escolha Mortal) estreará nos EUA em Outubro deste ano.

Este é um dos filmes que mais anseio ver este ano. Tenho várias razões para acreditar que será excelente.

- Primeiro, é baseado numa obra de Cormac McCarthy, li o livro há pouco tempo e achei excelente, se o filme criar metade do impacto e terror que existiam na obra então será muito bom.

- Segundo, é o filme que sucede a Escolha mortal em obras realizadas por John Hillcoat.

- Terceiro, acho que o casting foi perfeito. Mas talvez isso se deva ao facto de quando li o livro já saber que no filme seria Viggo Mortensen a desempenhar o papel do pai, por isso enquanto lia imaginava-o a ele.

- Por último, o trailer e as imagens que vi deixaram-me ainda mais ansioso. Parece que o ambiente que imaginei foi captado na perfeição.


14
Mai 09
 
 
"This kind of film requires us to be very forgiving, and if we are, it promises to entertain. Angels & Demons succeeds."
75% - Roger Ebert, Chicago Sun-Times
 
"Plucking the same violent, occult strings as "Da Vinci" while avoiding its leadenness, Angels keeps the action coming for the best part of 139 minutes."
70% - Deborah Young, The Hollywood Reporter
 
"Less turgid and aggravating than its predecessor, this cleverly produced melodrama remains hamstrung by novelist's Dan Brown's laborious connect-the-dots plotting and the filmmakers' prosaic literal-mindedness in the face of ripe historical antagonisms, mystery and intrigue."
60% - Todd McCarthy, Variety
 
More entertaining than "The Da Vinci Code," but still tosh.
40% - Kim Newman, Empire

Com a grande decepção que foi The Da Vinci Code, nem sei muito bem se hei-de ir ver A&D ao cinema. Li os dois livros e achei que eram boas obras de entretenimento. A sua mais-valia é mesmo essa componente e o facto de quando estamos a ler parecer que estamos a ver um filme, pela forma como Dan Brown vai alternando a acção entre capítulos. Ora, se isso não é aproveitado na adaptação ao cinema então tudo se perde na transposição.
 
As críticas, vindas dos EUA, são mistas. Ninguém diz que o filme é péssimo, mas também não há grandes elogios.
publicado por Luís Costa às 14:14

13
Mai 09
 
Parece que foi ontem que a quinta temporada começou e já está a chegar ao fim. Hoje à noite, nos EUA, irão ser exibidos os dois últimos episódios desta temporada. É uma sensação estranha, esta de, por um lado, estar ansioso por estes episódios e, por outro, não querer que chegam ao fim pois isso significa mais uma porção de tempo sem ver Lost.
 
Como é de esperar, este Season Finale irá ter montes de respostas e twists que talvez levantem ainda mais questões. Uma coisa é certa, esta temporada está a ser das melhores da série. Muitos das pontas soltas, deixadas nas temporadas anteriores, foram "atadas" de forma credível e muitas vezes espectacular.
 
Algumas das questões que gostaria de ver respondidas nos na season finale:
 
SPOILER
- Será que Locke irá atingir o seu objectivo de matar Jacob?
- Conseguirão Jack, Sayid, Richard e Eloise rebentar a bomba? E se o fizerem será que conseguem evitar o incidente que supostamente dá origem a todos estes acontecimentos?
- O que acontecerá a Sawyer, Juliet e Kate?
- Será que finalmente voltam todos ao “presente”?
/SPOILER
publicado por Luís Costa às 12:47

09
Mai 09
Por vezes, ofuscados pela notoriedade dos blockbusters, perdermos a oportunidade de assistir a filmes que, apesar de serem produções mais modestas, são verdadeiras pérolas. No caso de da ficção científica não é muito comum que saiam filmes menos conhecidos que nos deixem boquiabertos, principalmente devido ao facto destas obras necessitarem de bons efeitos especiais para nos convencerem e sem dinheiro é complicado faze-los. Mas não nos podemos esquecer que, mais importante que qualquer efeito especial, uma boa história é indispensável.
 
Esta conversa toda serve para vos apresentar dois filmes que se encaixam perfeitamente no que disse. São ambos produzidos por companhias pequenas e pouco conhecidas, têm orçamentos baixos e são protagonizados por actores de segundo plano. São eles Moon e District 9.
 
Moon é um filme sobre um astronauta que se encontra numa missão solitária de três anos na lua. O seu trabalho é recolher um minério que envia para a Terra com o intuito de diminuir os problemas energéticos do nosso planeta. A poucos dias de acabar o contrato acontece algo estranho que talvez hipoteque o seu desejado regresso à terra. Esta é a primeira longa-metragem do realizador Duncan Jones e, se as expectativas induzidas pelo trailer forem satisfeitas, poder-se-á dizer que teve um começo admirável.
 
 
Mas se o futuro se augura auspicioso para o filme anterior devido ao ambiente tenso e carregado psicologicamente que parecer criar, o intrigante trailer e a história de District 9 sugerem muita originalidade. Primeiro porque existem partes durante o trailer que parecem um documentário e depois pela premissa criada. Neste filme uma raça extraterrestre é forçada a viver em condições miseráveis (leia-se: uma mistura de campo de refugiados com uma favela) na terra. Segundo o que me parece, o intuito do filme é passar algum tipo de mensagem social, usando os extraterrestres como metáfora.
 

PS: District 9 já tem data de estreia marcada para Portugal. 27 de Agosto.


publicado por Luís Costa às 14:41

07
Mai 09
 
"Paced at warp speed with spectacular action sequences rendered brilliantly and with a cast so expert that all the familiar characters are instantly identifiable."
100% - Ray Bennett, The Hollywood Reporter
 
"Blasting onto the screen at warp speed and remaining there for two hours, the new and improved Star Trek will transport fans to sci-fi nirvana."
100% - Todd McCarthy, Variety
 
"The clever and infectious reboot of the amazingly enduring sci-fi classic, director J.J. Abrams crafts an origin myth that avoids any hint of the origin doldrums. That's because he rewires us back into the original Star Trek's primal appeal."
91% - Owen Gleiberman, Entertainment Weekly
 
"Vigorously played as a young man by Chris Pine, Kirk is a brilliant, sports-car driving, bar-brawling rebel who is finally shamed into joining Starfleet Academy."
88% - Lou Lumenick, New York Post
 
"Ultimately, when the end credits roll, we're left with the sense that Star Trek represents a good beginning. As a film tasked with getting all the characters together, re-booting a timeline, and finding a way to return a veteran actor to his beloved role, Star Trek works."
75% - James Berardinelli, ReelViews

94% de críticas positivas (em 10) no metacritic e 8.3 no imdb este é um filme que promete. Nunca fui um adepto ferveroso do Star Trek, mas vi alguns espisódios e filmes. Inicialmente não estava com grandes expectativas, mas com os trailers e o buzz positivo fui ficando convencido.
publicado por Luís Costa às 02:09

30
Abr 09
 

"Overall, I can`t say I was too disappointed with WOLVERINE, as truthfully, I didn`t expect it to be very good. (...) While it wasn`t quite the train-wreck I expected, it was still a pretty average superhero flick, and definitely not a film I`ll be revisiting anytime soon." 5.5/10 - Joblo
 
"Fortunately, Jackman is well-matched with Schreiber, who can sneer with the best of them and wears fangs well. The two have three spectacular battles together before squaring off against a formidable enemy atop a nuclear reactor."
 
"The effect-laden showdowns feel more dutiful than daring, and the rare moments of fun are parceled out frugally, like precious nuggets of adamantium."
 
"Noisy and impersonal, X-Men Origins: Wolverine bears all the marks of a work for hire, conceived and executed with a big budget but little imagination."
 
"It is Hugh Jackman's misfortune that when they were handing out superheroes, he got Wolverine, who is for my money low on the charisma list. He never says anything witty, insightful or very intelligent; his utterances are limited to the vocalization of primitive forces: anger, hurt, vengeance, love, hate, determination."

 
Com 44% no Metacritic e 7.1 no imdb, acho que a frase que vou concordar mais depois de ver o filme esta noite é: "I can`t say I was too disappointed with WOLVERINE, as truthfully, I didn`t expect it to be very good." do Joblo.
publicado por Luís Costa às 20:02

12
Jan 08
Nos dias de hoje não é fácil para um filme de terror tornar-se uma obra de culto. As ideias neste género estão bastante esgotadas, facto bem demonstrado pelo constante aparecimento de remakes e sequelas.


Mas para os fãs do terror nem tudo está perdido. De vez em quando, do meio de tanta falta de imaginação, surge um raio de esperança, um filme que vem de alguma forma refrescar o género.

Lembro-me que em 2005/6 esse filme foi o The Descent, tendo sido bem recebido, quer pela critica ("especializada" e generalista) e pelo público.

Este ano parece que El Orfanato é o que colhe maiores expectativas. O espanhol Juan Antonio Bayona é o realizador deste filme, que contou com dinheiro espanhol e mexicano para ver a luz do dia. Aparentemente o filme é algo parecido, em termos de ambiente, com o espectacular El Laberinto del fauno, contando até com o apoio do seu realizador - Guillermo del Toro.


Para aguçarem um pouco o apetite recomendo que vejam o trailer, que está bastante bem conseguido, tal como o poster espanhol.

TRAILER



Algumas críticas nos EUA:

Variety
- Justin Chang
"A fastidiously grim ghost story that rattles the bones of the haunted-house genre and finds plenty of fresh (but not too bloody) meat."

New York Post - Lou Lumenick
"The acting is uniformly superb, the camera work and set design are haunting, and The Orphanage delivers well-earned tears at its beautiful conclusion. Go see it already. "

ReelViews - James Berardinelli
"For those who enjoy ghost stories and are willing to be patient with a movie that gradually unveils its secrets rather than uncovering them all in an orgy of violence and terror, The Orphanage fills a need. The spell it casts early does not evaporate until the epilogue is finished."

publicado por Luís Costa às 02:20

19
Nov 07


Ver Trailer


Finalmente chega-nos o esperado trailer final de Cloverfield. Há muito que se espera por esta grande produção de J.J. Abrams ("Alias", "Lost" e Mission: Impossible III). Este é um daqueles filmes que provavelmente atingirá o seu pico de fama antes até de estrear. Esperemos que não.


Quanto ao trailer propriamente dito, pode dizer-se que é melhor pelo que não mostra do que pelo que apresenta. Sabe-se que é um filme sobre um ataque dum monstro a New York e que demonstra o ponto de vista dum pequeno grupo de pessoas.


Infelizmente (ou não) não se consegue vislumbrar monstro algum neste pequeno vídeo, mas isso era de esperar. É obvio que é uma manobra para aumentar a curiosidade e suspense antes do filme estrear. Pode ser que o tal monstro seja um “fumo” negro, vindo de uma conhecida ilha do pacífico.



06
Nov 07
 

A grande aposta da Dreamworks para este ano é Bee Movie (estreou a semana passada nos EUA), enquanto que para 2008 será Kung Fu Panda. Como o nome indica este será um filme sobre kung fu e a personagem principal será um panda. O teaser está engraçado e o excelente elenco deixa antever qualidade nas representações (o resto da qualidade está assegurada por ser um filme de animação da Dreamworks). Jack Black será Po, o panda e Jackie Chan, Dustin Hoffman, Lucy Liu, Ian McShane ("Deadwood"), Angelina Jolie e Seth Rogen (Knocked Up) têm também papeis relevantes no filme.

publicado por Luís Costa às 00:01

12
Out 07

Aliens vs. Predator: Requiem (2007)


Fiquei algo desapontado com o Alien vs. Predator, mas não o considerei péssimo com muita gente por aí. Sei que o filme não fez jus a nenhuma das “franchises” que o antecederam mas considero-o razoável. Quanto a este, certamente será mais do mesmo.

Trailer

Outlander (2007)


Outlander será um filme de Sci-fi ambientado na idade média (mais especificamente na era dos vikings). Juntando está mistura de estilos ao facto do filme ter um elenco razoável (James Caviezel, Ron Perlman e John Hurt) posso afirmar que a minha curiosidade está aguçada.

Caviezel interpretará Kainan, um homem de um mundo longínquo cuja nave se despenha no nosso planeta durante a era viking. O problema é que Kainan não vem sozinho. Moorwen, um predador extraterrestre também chegou à Terra.

 

Moorwen (Creature Design)

Babylon A.D. (2008)

Vin Diesel será  Thoorop, um mercenário que terá a tarefa de escoltar uma mulher da Rússia para a China. Na viagem Thoorop encontrará diversas dificuldades visto que um culto pretende apanhar a mulher transportada por ele.

Jumper (2008)


Jumper conta a história de um jovem (Hayden Christensen) que descobre que se consegue tele-transportar. Com esta habilidade ele tentará encontrar o homem que matou a sua mãe.

Este filme parece ser interessante. Conta com Hayden Christensen, Samuel L. Jackson e Jamie Bell nos principais papeis e terá como realizador Doug Liman (The Bourne Identity e Mr. & Mrs. Smith).


Trailer

publicado por Luís Costa às 16:50

pesquisar neste blog
 
arquivos
tags

todas as tags

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores